segunda-feira, setembro 19

Backup TMN.

Example

* http://www.shots.net/home.asp

Ano: 2005

3 comentários:

Sem Nome disse...

Concordo plenamente com o teu comentário em relação ao spot de tv, só que acho que os items que tu apresentas para não concordares como "contexto social português. Nós não temos contactos de bruxas, dançarinas de can-can, gigantes de basquetebol ou feiticeiros" isso não tem nada a ver com a ideia, simplesmente são pessoas que se estão a perder, a ir atrás do telemóvel.

Anônimo disse...

Man és um bocado básico não? Em primeiro lugar, a publicidade não tem de retratar situações totalmente literais. Isso tira metade do interesse da coisa. É como uma anedota. Quais são as melhores? São as que são praticamente impossíveis de acontecer. Segundo, ele deixa cair o telemovel num esgoto. Ias tu lá buscá-lo se isso acontecesse queres ver? Depois os contactos a cair são uma coisa figurada. Mas é capaz de ser demasiado à frente para a tua cabeça. Para terminar, não tens contactos de bruxas nem de jogadores de basket, mas muita gente tem jogos desses não é? Se prestasses atenção ao copy vias que não se limita a perder contactos. Fala também de jogos, agenda, fotos (como a das bailarinas) etc. Mas n dá... pra ti pelos vistos é elaborado de mais. A coisa está hiperbolizada. Na minha opinião está bastante bom o anúncio. No dia em que tirarem a hipérbole à publicidade, ela perde a sua melhor arma.

Sem Nome disse...

Eu acho que a ideia do TC pode ser boa de juntar todo o portfolio de Portugal, agora acho que é melhor começar a analisares (TC) melhor as peças em vens criticar sem pensar, ainda por cima é uma peça que não tem mensagens subliminares. Até a minha mãe percebeu e ela é secretária e não de uma agência de publicidade.