quinta-feira, fevereiro 16

A pedido de um dos autores

Retirámos um anúncio que aqui se encontrava.
O facto é que assiduamente recebemos anúncios enviados pelos próprios autores mas, por vezes, recebemo-los de outras fontes.
Respeitamos o facto dos autores só quererem ver publicados determinados trabalhos. Os critérios são, neste mercado que envolve uma componente artística, obviamente subjectivos. De qualquer forma, respeita-se o facto de cada um só querer ver publicados os trabalhos de que mais se orgulha e que não sofreram as revezes tão características de um percurso que todos nós conhecemos tão bem.

16 comentários:

El Gordo disse...

Este é, com relativamente poucas dúvidas, o anúncio mais ridículo que já alguma vez foi feito! Vejamos. Em termos de storyline o que se conta é isto: Um jovem está em casa da namorada, no quarto dela. Entretanto, o pai dela chega a casa já desconfiado com o carro que viu na rua e dirije-se prontamente para o quarto dela. Mas... quando ouvem o pai dela a entrar em casa, o jovem vai para o computador e telefona para o telefone de casa dela. O pai atende e o jovem pede-lhe para ir ver o se o seu carro está trancado(?). Como se a desculpa não fosse ridícula o suficiente, o pai ainda pergunta "Vou ter de descer tudo outra vez?" (resposta típica de um pai/pau bem mandado). E como se o pai não fosse bronco o suficiente só por ir fazer o favor ao menino que estava a comer a sua filha, o coitado do homem ainda volta ao telefone para dizer ao puto que ele se safou (a que propósito, pergunto eu?).

Tudo muito mal contado, forçado, estranhamente esquisito (sim, merece as duas palavras), e acima de tudo, não valoriza o produto, que se perde no meio de tanta confusão.

Anônimo disse...

E ainda são pagos…?

Anônimo disse...

"Se Portugal fosse a uma entrevista a uma agência que trabalhos mostrava? Não sabemos bem. É por essa razão que nasce este blog: para procurar mostrar o que de melhor se faz por cá."
'Dasse.

Anônimo disse...

envia os teus então. aí sim deve ficar excelente. ao menos estes tÊm coragem de mostar o que fazem. não se escondem atrás do nome.

Anônimo disse...

Por falar em esconder atrás do nome… Mas adiante. Não fiques assim, é só uma opinião. Respondendo ao repto. Eu não tenho nada de bom para mostrar. Por isso… não mostro. Com carinho.

O Sindicalista disse...

Não sei porque é que isto aqui está.
Mas sei como é que chegou a ser o que é. Qualquer publicitário que se preze sabe que quando se trabalha com certo tipo de clientes, em certo tipo de conta, com certo tipo de agencias, o trabalho é o que pode ser. Lá o que levou alguém a colocar isto aqui, é que me escapa.
Mas já vi pior por aqui sem metade da celeuma.

El Gordo disse...

O facto de me insurgir contra este anúncio em particular é que, não só é mau, como passa repetidamente nas estações do metropolitano. É traumático!

Entre isto e as músicas do novo álbum da Rita Guerra prefiro... atirar-me para o meio da linha!

O Sindicalista disse...

Nesse caso, "be my guest". Terá o referido anúncio feito algo de inesperadamente construtivo.

Anônimo disse...

eu acho que deviam ter pensado mais um bocadinho, mas a ideia agrada-me.

sindicalista disse...

O Mata, esfolou-se...

Luis Rodrigues disse...

Quem é que mandou isto para aqui?
Posso garantir que nenhum dos criativos envolvidos é suficientemente estupido ou egocêntrico para achar que este anúncio é representativo do seu trabalho e muito menos do que "de melhor se faz" em portugal.
Nem é suficientemente maldoso para fazer isso a um colega, à sua revelia.

TC disse...

O Nosso Portfólio recebeu este trabalho anonimamente acompanhado da respectiva ficha técnica.

Luis Rodrigues disse...

Anonimamente, faz sentido...
Então, assumidamente, tem a minha autorização para apagar o post, a não ser que concorde que de facto, e afinal, é do melhor que se faz em Portugal.
Existe sempre essa possibilidade, dados os múltiplos critérios com que se pode julgar a publicidade.

Espanhol disse...

isto não representa a ideia do que se quer transmitir ("o melhor do que se faz em Portugal")

Anônimo disse...

boa atitude, so vos valoriza o trabalho

Varinha Mágica disse...

O quê? O metro ainda tem tv?

Ainda ninguém boicotou essa aberração que é a lavagem ao cérebro depois de um cansativo dia de trabalho?

Apre, ainda bem que ando de carro!