quinta-feira, maio 4

Amnistia


Amnistia
Vídeo enviado por oportfolio
Título: Até onde?
Agência: McCann
Anunciante: Amnistia Internacional
Directores Criativos: Diogo Anahory / José Carlos Bomtempo
Redactor: Fábio Seidl
Director de Arte: Diogo Mello
Executivo de Contas: Célia Felix/ Henrique Salgado
Produtor TV: Nuno Calado
Produtora: Tangerina Azul
Realizador: Sérgio Henriques

15 comentários:

Jurivaldo disse...

ahh moral da história: o "preto" ajudou o "branco" racista que por sua vez ficou nas mãos de um médico "chamuça". Está-se mesmo aver o desenlace. Bom filme, iniciativa louvável ... argumentação/desenlace criativo não muito original. Pronto é uma opinião.

Edie Falco disse...

Ah, ah, ah, ah, ah!! Que belo filme!! mas concordo, o final deveria resultar em mais alguma coisa. Não souberam acabar o filme. Por acaso era simples. Tinham que mostrar o gajo todo quebrado, e ainda assim racista a se recusar a ser tratado por aquele médico, de forma a realçar a imbecilidade desses filhos-da-puta. Esse final, como foi feito, é previsível e "simples", qualquer um criava um filme desses. Falta uma ideia um pouco mais elaborada. Como está, não diz nada que não se saiba. Pq qual é a mensagem: "não seja racista, um dia podes ainda precisar dos gajos"? É pouco, é mesquinho e egoísta (é bem a mentalidade portuguesa. Aceitar o outro, sim, se isso me interessar pessoalmente). Isso os racistas já sabem, afinal estamos num país de arraçados de árabes, pretos e monhés, com alguns celtas, latinos em geral. Não estamos na Alemanha. Até o ministro das polícias é monhé. As outras raças não são "eles", somos antes "nós" (aliás nisso Portugal e Brasil são iguais).
Faltou ir mais fundo.

jwt disse...

concordo. o final devia ser mais dramático. mas gosto mto da ideia.

Anônimo disse...

Eu tb gosto, mas - desculpem a incoveniência - não há um anuncio de um taxista indiano em NY que diagnostica uma doença no passageiro q acaba de apanhar. Tudo pq era médico na sua terra? Ou será q não tem nada a ver?

Anônimo disse...

acho que nao tem nada a ver....

Edie Falco disse...

Não tem nada a ver. Não é picanço só pq é médico. Só uma mente africana faria uma comparação dessas.

Pachorra...

Edie Falco disse...

É que revendo o filme fico mais convicto de que o final está errado. A mensagem está errada. Não é por isso que as pessoas devem deixar de ser racistas. Não é por aí. O filme até promove o facto de alguém de outra raça (que se calhar nem é estrangeiro, é português) a algo que deve causar espanto, comos endo inusitado e impossível. na verdade, se repararem bem, os criativos que fizeram este anúncio são racistas. das duas uma, ou são racistas, ou são muuuito ingénuos. Amadores?

Chega-se ao final e diz-se: so what?...

Anônimo disse...

Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!Judite! Judite!Judite!Judite!

Edie Falco disse...

Não adianta chatear a Judite... ela tem mais o que fazer do que resolver os seus problemas. Ela não vai te dar emprego.

Anônimo disse...

os cr4iativos foram preguiçosos. não quiseram pensar mais um bocadinho. tinham a ideia, mas deixaram fugir. nota 4 :p

Anônimo disse...

Edie, se calhar a Judite não te vai dar emprego é a TI durante muito mais tempo. Fica esperto...

Anônimo disse...

Muito fraco. Pedir uma borla para fazer esta merda?

Anônimo disse...

Final desnecessario!!!!!! outro copy e bastava, nao era preciso a cena do hospita tal como está,assim tao OBVIA l!!!!!!!! querem uma ideia para um final?????..... trabalhem mais. conduzam o espectador ao final, nao o chapem desta forma!!!!

Anônimo disse...

como é que um beto pode estragar um filme...a lingua não é dele.

Anônimo disse...

Judite Porquê??? O anúncio não é da McCann. Sobretudo sendo um Borla deveria ser melhor (mas o gajo a ser atropelado está muito bem, muito bem atropleado, mas isso o mérito é da Produtora..