sexta-feira, março 23

Fula



Título: Escondidas
Agência: McCann
Anunciante: Sovena
Produto: Fula
Directores Criativos: Diogo Anahory / José Carlos Bomtempo
Redactor: Emerson Braga
Director de Arte: André Lopes
Produtor TV: Nuno Calado
Executivo de Contas: Célia Félix
Produtora: Ozono
Realizador: Bruno Pinhal
Som: Som de Lisboa

10 comentários:

Anônimo disse...

meu deus!!! quer horror!

Anônimo disse...

o que é que isto está aqui a fazer?

Anônimo disse...

detestavel...

victor espadinha disse...

viva o Overacting. viva os malucos do riso.

tiago disse...

nao faço parte da ficha técnica e tão pouco da agencia que criou o filme, mas nao sou como o maioria destes anonimos, embora tb o seja, anonimo. gosto porque é um produto difícil e com resultados vulgares, este filme nao é vulgar. gosto porque gosto da assinatura. está bem conseguida. gosto porque é o melhor anuncio de oleos alimentares que alguma vez vi na vida. nao comento actores e realizadores porque disso nao percebo nada, mas o anuncio ficou-me na cabeça. isso ficou. imaginem agora às donas de casa. boa! bem feito.

Anônimo disse...

Não me cativa, meio-popularucho, escola breijnev bidarra sem o seu rasgo "bimbo com muito gosto", no entanto, concordo com o que disse o comentador anterior ... é uma categoria complicada de se fazer coisas diferentes sem ser pachsot atrás de packshot e planos com caras de satisfação.

Anônimo disse...

Alguém sabe que canção é esta que passa em fundo. é de alguma opereta?

Anônimo disse...

categoria complicada? e então? isso é uma é alguma descupla para este filme?

Sininho disse...

Sim, mas e da qualidade da batata, ninguém fala?
Ah!

Anônimo disse...

Conceito "popularucho" escola BBDO, com realização e acting à lá "Malucos do Riso". A categoria de produto ser difícil não é desculpa: veja-se neste blog o trabalho para o Ministério da Saúde (da mm agência, curiosamente) ou para a RTP, tidos até há pouco como "dificeis clientes".