quarta-feira, maio 14

Frize



Título Manifesto do Riso
Agência McCann
Anunciante Frize
Directores Criativos Diogo Anahory e José Carlos Bomtempo
Redactor João Taveira
Director de Arte Zeca
Executivos de Contas Patrícia Caetano e Sofia Belo
Produtor TV Nuno Calado
Produtora Tangerina Azul
Realizador Sérgio Henriques

12 comentários:

Anônimo disse...

Ora aqui está o chamado riso forçado com uma voz off radiofónica irritantemente grave.
Mas olha pá, comparado com qualquer um dos últimos anúncios da sagres, até que está porreiro pá.

Anônimo disse...

Pensava que não fosse possível, mas finalmente um filme onde tudo é mau.

Anônimo disse...

Um bom filme, uma lufada de ar fresco.
Parabéns Taveira e Zeca.

Anônimo disse...

Voz poderosamente irritante

Anônimo disse...

A voz é irritante demais, obriga-nos a fazer zapping num instante.

Mc McCann disse...

Para os anónimos das 2:37pm e das 4:24pm (alguém que não se deita antes desta hora deve estar desempregado):
A voz off radiofónica irritantemente grave é do nosso primeiro ministro. Olhe que o cachet foi astronómico, pá. E um filme onde tudo é mau conseguiu colocar a Frize a vender como água e novamente no top of mind dos portugueses - consulte as publivagas, sr. Anónimo. Mandem-nos os vossos portfolios, boa pás?

Diogo disse...

Num Tempo em que o Marketing conseguiu fazer da Ilusão, Pús.

Não sei vai vender mais água mas... fica na memória e encontrará sintonias no público. Dos mais sinceros que já assisti por cá.
E embora em tom jocoso, sobra a franqueza.
Parece trabalho de final de carreira.
Depois do anúncio do azeite em que só sobra o gosto, vem o contentamento forçado através do consumo de água engarrafada.
Corajoso. deviam era usar este tom em anuncios de Telemóveis.
Que regresse o genuíno.

Anônimo disse...

Bom… mas alguém aqui diz que a voz do primeiro-ministro não é irritante e esta é?
Não considero a minha voz irritante mas sei que se fizer este tom de voz não vou ser muito agradável.
Enfim mais um anuncio para o povo.
Se esta voz for mesmo do nosso primeiro-ministro, na minha opinião foi dinheiro deitado ao lixo. Já comentei o anúncio algumas vezes e ninguém reconhece a voz…

Miss Pu disse...

Parabéns Zequita e Taveira! Também não se esperava outra coisa de vocemecêses. Tenho saudades.
bjos e venham mais

Anônimo disse...

a frize teve um grande problema: como se livrar do tochas depois de todo aquele sucesso. Fê-lo com relativo sucesso na McCann com um periodo de transição e depois com o "Livra-te das outras águas. O teu corpo pede Frize" mas este agora..... huuuum.. mas ok, é dificil pq na realidade o produto em si é uma tanga e nada tem para comunicar!

Anônimo disse...

Bom filme, provavelmente baseado no facto de os portugueses "serem estupidamente pessimistas e passarem a vida a queixarem-se". confesso que tambem nao gosto da locução, percebo a ideia de quererem "o socrates" a falar como se estivesse a dar indicações para o país, mas uma locução mais "normal" tambem funcionaria.
tirando isso muito bom, parabens à agencia.

Anônimo disse...

P.M. abreviação de Post Meridiem ou seja depois do meio dia. Por isso ,se calhar ,os pobres anónimos até estão empregados.

Quanto ao filme em si, fraco e concordo com a opinião sobre a voz. Colada ou não à do nosso PM (neste caso abreviação de Primeiro Ministro) , é irritante ao ponto de mudar de canal para evitar mesmo partir a televisão.