segunda-feira, junho 16

LG





Título Grandes Histórias
Agência Uzina
Cliente LG
Produto Patrocínio Curtas IndieLisboa 2008
Director Criativo Gustavo Suarez
Director de Arte Maurício Santos
Copywriter Bob Ferraz
Director de Contacto António Roquette
Supervisora de Contacto Frederica Muñoz
Ilustração Anderson “Caniço” Lima
Produtora República das Bananas
Produtor Diogo Varela Silva
Realizador Pablo Feron

5 comentários:

Anônimo disse...

ÓPTIMO FILME, ÓPTIMO CONCEITO... SE O FILME FOSSE DA BBDO E NÃO DA UZINA, ESTE POST JÁ ESTARIA CHEIO DE ELOGIOS. NÃO SE DEIXEM ABATER E CONTINUEM O BOM TRABALHO!

Anônimo disse...

Não percebo. O conceito deste filme é tudo menos criativo. A ideia...na verdade qual é a ideia criativa? Ela existe? Agradecia uma ajuda a esta pergunta. No fina,l sobra uma música já conhecida e uma pequena animação (é essa a ideia? Há alguma relação entre as ilustrações e o conceito).

Provavelmente este filme não tinha comentários porque a(s) pessoa(s) responsável/responsáveis por este blog devem fazer uma triagem dos comentários para evitar os mais agressivos (que calculo que tenham existido). Espero que este passe, não tem linguagem imprópria e tenta ser construtivo.

Não sei se conhecem algumas campanhas para o mesmo tipo de festivais, feitas na argentina. Como poderão comprovar, aí há conceitos novos, raciocínios novos e ideias criativas.

Penso que perderam uma boa oportunidade.

Em relação ao anónimo das 4:02, acho que devias ver melhor os comentários que a BBDO recebe neste blog, há de tudo menos elogios (salvo algumas excepções).

Felipe Dias disse...

Nunca comento cá, mas esta merece. Desculpa lá, mas as ilustrações LOGICAMENTE fazem parte da ideia. São celebridades que tiveram uma história curta, já que morreram cedo, porém nem por isso deixaram de ser histórias grandiosas. Ou seja, o conceito final desvenda isto. "Histórias curtas também podem ser grandes histórias." O filme deixa isto muito claro. Parabéns para a equipa!!!

Filipa Oliveira disse...

Acho que o conceito do filme está muito claro, além de estar forte e inteligente. A analogia entre os famosos da animação e os curtas metragens é muito interessante e ainda sai da mesmice das propagandas dos festivais de curtas metragens, onde sempre diminiem os atores, o saco de pipoca, as cadeiras do cinema, etc.

XTG disse...

não tem ideia criativa?
então devo ter visto mal.