segunda-feira, novembro 14

Telhado



Agencia: Ogilvy
Cliente: Cais
Director Criativo: José Campos
Copy: Rui Silva
Art Director: João Bacelar
Fotografia: Miguel Fonseca da Costa

17 comentários:

Atlantikgirl disse...

Que se pode dizer...está clarissima a ideia a passar...
...se é dificil ou facil lá xegar, isso é outra coisa. Mas...gosto.

Anônimo disse...

muito giro, mas também é ghost não é?

Sem Nome disse...

Mais simples e directo possívelmente impossível.

Acho que o trabalho esteve na rua. A Cais deve dar bastante liberdade à Ogilvy para criar e deve dar muito gozo trabalhar a Cais.

Parabéns.

ruivo disse...

e qual é´o problema de ser ghost?

Anônimo disse...

MAS QUEM É QUE DISSE QUE ERA UM PROBLEMA SER GHOST. OS PROBLEMAS SÃO PESSOAS ASSIM QUE OS FAZEM.

Anônimo disse...

Já vi um igual, mas com o Jorge Barrote por baixo. Mas é antigo.

Ruivo disse...

Mas quem é que disse que um problema é necessariamente uma coisa negativa?

Pessoas assim? Como? Pessoas que avaliam um anuncio como sendo "muito giro"?

Não precisas de te enervar.

placebo disse...

entao e hoje nao ha nada?

TC disse...

O Nosso Portfólio pouco pode adiantar. Nós manifestamo-nos, pedimos trabalhos e procuramos dinamizar um espaço que pode vir a ser uma referência. Se algum dia não houver novidades no nosso blog, lamentamos, mas não podemos assumir a responsabilidade de todos. Todos somos criativos, todos temos necessidade de ver o nosso trabalho exposto. Nós trabalhamos para ser vistos e enquanto as pessoas quiserem que os seus trabalhos passem despercebidos, é impossível mostrá-los.Relembramos: existe um mail disponível para onde pode enviar os seus trabalhos. Pode ou não identificá-los, se bem que é preferível saber quem faz o quê. Muito Obrigado. O Nosso Portfólio.

O Sindicalista disse...

Um blog sobre trabalho... e a seguir o que vai ser? Um sobre doenças degenerativas da pele? Sobre métodos de execução caídos em desuso? Sobre cancro testicular?

Anônimo disse...

O sindicalista perdeu a cabeça, literalmente...

O Sindicalista disse...

Encontro-a sempre dentro do mesmo frasco. Só não posso esquecer-me de mudar o formol. Não que deixe de conservar, mas começa a ficar amarelo e a cabeça perde leitura..

Anônimo disse...

pirou...

Anônimo disse...

Ainda ontem vi mais uma campanha brasileira em cima do mesmo conceito para os cartões da Unicef!! e há uns anos a mesma Unicef tinha feito um filme em cima do mesmo!!! eh!! épá treta!!! O cartãozito, a revistazita a fazer de tenda para os sem abrigo e afins é mais que batido!!!

Anônimo disse...

não é ghost, saiu. foi uma campanha de mupis, que por acaso foram fixados ao contrário.

Anônimo disse...

ainda bem que ontem viste mais uma campanha brasileira em cima do mesmo conceito.

Se calhar nunca te aconteceu teres uma ideia, que posteriormente vieste a saber que alguem no alaska tb se tinha lembrado disso em 1974.

Ou abrires o anuario do clube de criativos de Ruanda, e veres que um gajo qualquer tinha picado a tua ideia 5 anos antes de teres nascido.

Acontece.

Zé Pequeno disse...

pode ser ghost, pode ser que 40 anos atrás tenham feito algo parecido, mas o importante mesmo é que é bom e os caras que fizeram tiveram a coragem de enviar para o blog, enquanto muitos outros apenas criticam sem nada mostrar, nem mesmo o nome.