terça-feira, setembro 19

Minipreço



Anunciante: Minipreço
Agencia: TBWA\
Título: Pombinhos
Director Criativo: Leandro Alvarez
Director de Arte: Paulo Afonso
Redactor: Tiago Viegas
Director de Contas: Luis Carvalho
Executivo de Contas: Pedro Santos
Planners: Filipa Soares / Sérgio Santos
Tv Producer: António Serrano
Produtora: Ministério dos Filmes
Realizador: Miguel Coimbra
Produtor: Alberto Rodrigues
Director de Produção: Celina Morais
Pós-Produção vídeo: Ingreme
Sonorização: Analógico

15 comentários:

Anônimo disse...

Já ando a ficar farto deste "use a cabeça".
Está gasto, a mim não me leva lá.
Já só falta dizer "faça como o zidane use a cabeça"

TC disse...

Desculpem, mas foi impossivel recuperar os comentários do post antigo. Se acharem necessário, por favor, comentem de novo. Obrigado. O Nosso Portfólio

Anônimo disse...

Eu tinha dito quem quem viu um, viu todos.
E que já estava na hora do Leandro usar as boas cabeças que lá tem para encontrar uma nova linha.

brazuca disse...

a cena da conquista é legal, passa uma idéia de perseverança, insistência sem chatice da parte do gajo, o que resultou positivamente, mudando a reação da moçoila de indiferença para humor e aceitação.
bem legal isso.
mas não tem conexão com "usar a cabeça" no caso da garota. o herói do filme, para mim, é o gajo, ele é quem usou a cabeça para reverter a situação a seu favor e "conquistar" a rapariga.
e afinal essa analogia de usar a cabeça para flertar e usar a cabeça para escolher Minipreço, tenho dúvidas da pertinência e adequação desse conceito NESTE filme.
eu diria que houve um "desvio de caráter" do filme em relação ao cliente.

Anônimo disse...

cadê o Edie?

pedro bidarra disse...

nao e do gonçalinho? entao nao gosto...

edie falso disse...

alguém por favor me diga o que diabos tem em comum entre um flerte e o minipreço?? onde está a idéia neste spot??? qualquer coisa que necessite usar a cabeça pode ser material para analogias pífias como esta????? a rapariga usou a cabeça para quê?? para aceitar um chato a insistir em conhecê-la? poxa, temos mesmo que usar a cabeça e muito para entender um chato e aceitá-lo, é isso que o minipreço é??? um chato difícil de se aceitar?? usem seu próprio conceito na hora de criar: usem a cabeça!!! ela não está aí apenas para separar as orelhas.
que péssimo!
não me calarei, não me calarei.

K disse...

Estas pessoas bonitas no Minipreço? É só para quem nunca lá entrou. A ideia da cabeça era gira, mas concordo que já está saturada.

Judas disse...

E o Senhor, descendo dos céus no seu maybach aubergine, olhou para a populaça e riu-se, pois ele, ao contrário dos outros, sabia que a cabeça deve ser usada, em primeiro lugar, para encontrar o amor, e só depois para ir às compras.
E confiante do sucesso confirmado pelas libras esterlinas que todos os dias pingavam de forma divinal na sua conta das ilhas cayman (derivadas às suas acções da cadeia Dia), fulminou com um raio de luz todos os invejosos e demais comentadores de blogs que não tinham um. Job, 15:05

Anônimo disse...

isto é lindo!é só vedetas criativas. E não é mesmo uma questão de inveja, é uma questão de comparação entre aquilo que criticam e aquilo que fazem...

Anônimo disse...

Não têm nada na cabeça.

Anônimo disse...

ora ora, os autores da peça a se defenderem com pseudônimos.
e o pior: sem argumentos, apenas atacam os comentadores.
só vieram a confirmar o que todos já sabem: criam para si mesmos, para seus egos e não para conquistar o público.
é por isso que ao sentirem seu ego ferido, perdem a cabeça e atacam quando melhor seria argumentar.
mas contra fatos não há argumentos.

Anônimo disse...

esqueci de falar o óbvio:
isso é muito ruim.

Anônimo disse...

Tanta ignorância junta.

Anônimo disse...

aquele é assim assim .genro nim.
Uma realização a procura de um mood à l'anglaise,mas sem conceito, o falta de jeito dos criat.. Não sei, muita amizade pode desviar o espirito critica de cada uma dessas cabeças.