segunda-feira, janeiro 22

Médicos do Mundo









Agência: ZINC
Director de Arte: Cristiana Couceiro
Redactor: Ana Costa Franco
Produtora: ZMotion
Realizador: João Seiça
Música: Armando Teixeira
Imprensa/fotografia: Carlos Ramos/Um ponto quatro

13 comentários:

morph disse...

até gosto da assinatura...

Mas que raio aconteceu aos acentos e às cedilhas?!
foi pa poupar na tinta preta?

Anônimo disse...

mas que treta de campanha! nao gosto mm nada. a declinação das imprensas p filme está mesmo muito amador.

Anônimo disse...

Foi uma troca de jpgs. Apenas. Um lapso. A versão de imprensa saiu correctamente com todos os acentos e cedilhas, sem poupança.

cristiana couceiro, directora de arte

brazuca disse...

argumento totalmente se pé nem cabeça.
péssimo.

MM disse...

Boa realização. Gostei. O texto tá um bocadinho atrapalhado, mas o conceito é bom e a realização torna tudo muito agradável.

Anônimo disse...

Genial. Gosto da assinatura e dos fundos.

Anônimo disse...

GENIAL???????!!!!!!!!! mas uma assinatura e fundos é argumento para a genialidade desta campanha? MEU DEUS!!!!!!! acho o conceito interessante mas dai até achar a campanha boa vai um passo muito grande.
O filme está uma treta, más opcoes em todos os aspectos, a imprensa faz justiça ao filme. Desculpem lá a minha observaçao mas NAO GOSTO, tudo me parece muito amador.

Anônimo disse...

Excente direcção de arte. Felizmente este portfolio existe para sabermos quem são os novos directores de arte no mercado. É que as vezes em agências que nunca ouvimos falar há pessoas interessantes

Anônimo disse...

Zinc? O que é esta agência? Um complexo vitaminico? de qq modo, gosto da campanha. Desculpem lá mas GOSTO. Eficaz e simples.

Anônimo disse...

Parabéns à Zinc, sejam eles vitaminados ou antioxidantes! Fazer pro bono sem nenhum budget para produção - este é o exemplo de como fazer uma boa omelete sem ovos!

ass. butterfly

Anônimo disse...

Muito bem! Uma brisa de originalidade nestas campanhas de sensibilização cada vez mais típicas executada com simplicidade elegância e conteúdo. Contrariando a moda das grandes produções com máximo "show of" para substâncias minimas intelectualmente deprimentes.

E pelo que li dos comentários anda por aqui muita dor de cotovelo ehehe.

parabéns :>

Anônimo disse...

Essa direcção de arte de quem tem um monte de recursos e não sabe como nem quando usa-los, é mais uma prova de que tem malta que se agarra ao photoshop e aos icones gratuitos e, achando que possuem bom gosto, fazem o que dá na telha.
Amiguinhos, pra fazer boa direcção de arte, tem de saber usar os recursos, e não so os ter. Tem de saer quando parar. O resultado da direcção de arte neste caso é uma campanha que reduzido faz a gente ampliar pra ver, e quando amplia se assusta.
Coitada da redatora. Alem de junior esta muito mal acompanhada. Mas não é a única. Contam-se nos dedos os bons DAs de Portugal.

Anônimo disse...

Eu gosto dos comentários deste blog. Só escrevem quando não gostam na sua maioria. Começo a ter vontade de estudar a directa ligação entre a dor de cotovelo e a necessidade de postar.
Só uma coisinha: conceito de uma campanha - ideia criativa que permite passar de um modo efectivo e afectivo a mensagem ao público alvo. Não é que sendo assim esta campanha me parece bem?