domingo, setembro 7

3M







Cliente 3M
Produto Rolo adesivo Scotch-Brite
Agência Grey Lisboa
Director Criativo Cristiano Zancuoghi
Redactor João Santana
Director de Arte Carlos Costa
Fotografia Tiago Braerens
Pós-Produção João Trabuco e Carlos Costa

15 comentários:

Anônimo disse...

Gosto da ideia da Grey (já a trabalhar para o proximo festival de Cannes, assim é que é), o que eu não colocava era este tipo de fundo com corezinha photoshop, talvez fizesse uma coisa mais neutra, mais Fashion (eu sei que é fácil falar, mas é apenas um comentário positivo) Parabéns.

Anônimo disse...

Cannes. Ou qualquer outro festival.
Parabéns.

Anônimo disse...

mto bom meus senhores....
hf sino

Anônimo disse...

Ideia de prémio. MUITOS PARABÉNS aos meninos da Grey. ;)

Anônimo disse...

Ainda bem que falta muito tempo para Cannes. Assim, dá tempo da Grey pelo menos tentar fazer algum trabalho realmente bom. Este é muito mal, muito mal mesmo...

Anônimo disse...

Fala alguém que já deve ter leões aos montes. ;)

Anônimo disse...

Anónimo noctívago das 4:44:

"Este é muito mal"? ou "Este é muito mau"?

E porque não dizeres o que está "mal"?
É que, depois de dizeres que está mal/mau, podias pelo menos tentar educar-nos (a nós que até achamos o trabalho porreiro) dizendo o que vossa excelência faria de diferente no sentido de o tornar digno de ser, por exemplo, "não-mal" ou "menos-mal".

Se tivesses expressado uma mera opinião pessoal como "Eu não gosto." enfim, seria algo meramente subjectivo e por isso, até certo ponto, se justificava a ausência de elaboração mas dizeres de uma forma objectiva que um trabalho é mau e depois não justificares a tua afirmação é, desculpa dizer-te, um bocado palerma. Ao menos tenta ser construtivo. Ou então afirma que não gostas meramente "porque não" (que muitas vezes quer dizer "F***-se! Porque é que não tive eu esta ideia?") e nesse caso também nos esclareces em relação a outras coisas que se prendem com a tua formação e com a tua maneira de estar no mundo.

Anônimo disse...

Perdoem-me, mas não percebi.
A escova da sua roupa? As perucas são borbotos?
O adesivo até pode colar, a idéia nem tanto. Já para não falar na categoria "perucas"...ainda há pouco tempo o pessoal da BBDO fez uma campanha com perucas, por sinal bem melhor do que esta, já que o conceito era bastante claro e o a mensagem era imediata.


Na minha humilde opinião, nem chega sequer a shortlist em Cannes. Apesar de ter mudado um pouco nos últimos anos, o nível em Cannes continua a ser alto. Mas há sempre o CCP e os Sinos.
E porque não o Fantasfólio? O vencedor no ano passado ganhou mais tarde alguns prémios em festivais lá fora.
Tentem, meninos da Grey.


Abraços,

DM

O teu futuro Director Criativo disse...

acho que a ideia tem qualquer coisa, mas detesto a execução. primeiro porque os fundos são de anúncios de uma archive de 93 que eu também tenho aqui. está completamente "out". Depois acho que o copy foi o primeiro e ninguém se incomodou em pensar mais um bocadinho. é giro fazer anúncios diferentes do casal feliz, mas é preciso trabalhá-los. para mim ese não foi trabalhado.

António disse...

Gosto bastante da idéia mas a direcção de arte está realmente "old school". A sombra é desnecessária e os fundos deveriam ser mais trabalhados. Se os meninos da grey virem os trabalhos vencedores de cannes vão perceber onde é que têm de chegar: é preciso inovar.
No entanto, parabéns pelo esforço.

Anônimo disse...

Não tem uma direcção de arte fresca e um copy tratado a pontapé. Visto.

Anônimo disse...

não queria parecer brutinho, mas quando olharem para os trabalhos de cannes não se limitem a analisar as sombras e os fundos como o antónio diz. mais importante é a ideia. e essa eu ainda não percebi. alguem explica? rapido porque começo a sentir-me um account...

Anônimo disse...

O que eu percebi:
- Aquilo apanha tanto cabelo da tua roupa que fica quase com a cabeleira do dono da roupa agarrada.
- Que o copy poderia estar melhor
- Que não gosto das cores de fundo
- Que me estou a lixar se é para Cannes ou não.

Anônimo disse...

AHAHAHAH :) adooooro!
Está lindo...

Anônimo disse...

Mau e explico porquê: Em nada ajuda a vender o produto.Tudo se resume ao idoso recurso do trocadilho (...a escova...) para justificar uma imagem que do ponto de vista do consumidor é seguramente confusa (e sim, perguntei a algumas pessoas o que era isto e a resposta demorou, e eram publicitários).
Este tipo de piadinha já não convence ninguém, mas não acreditam em mim, esperem pelos festivais.

Resumo: Apenas mais uma ideiazinha-fórmula-sacadinha Archive-style, que não traz nada de novo.